Viagem e viajem

De fato, essa dúvida já passou pela sua cabeça alguma vez na vida, não é mesmo? Apesar das duas palavras estarem certas na Língua Portuguesa, é fácil distinguir as diferenças entre elas. 

Por exemplo:

A viagem está sendo ótima, não queremos voltar. 

Espero que viajem com segurança. 

 

Na primeira frase, viagem é um substantivo e por isso não sofre alteração, sendo assim, será sempre escrito com G. Geralmente, ela vem acompanhada de algum artigo ou pronome (a, o, uma, um, esta, essa, este, esse, aquele, aquela), o que facilita ainda mais sua distinção.

Por exemplo:

Aquela viagem vai ficar na memória. 

Boa viagem e me avise quando chegar.  

Nossa viagem foi cancelada pouco antes da data.  

Que viagem maravilhosa, espero voltar em breve. 

 

Já na segunda frase, viajem é um verbo e sofre alterações conforme sua conjugação. Nesse caso, a palavra vem acompanhada de um sujeito que pratica a ação do verbo.

Por exemplo:

Passo mal sempre que viajo de avião.  

Nunca viajei em alto mar.  

Viajar é ótimo para conhecer novas culturas.  

Viajaremos na próxima semana.  

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Meio e Meia
Faz e Fazem