Apóstrofe

A Apóstrofe também é uma figura de linguagem e a usamos sempre que desejamos pausar uma narração para realizar uma “invocação”.

Esse momento interrompe a linha de pensamento. Um exemplo são as orações religiosas, o início de “Pai nosso” é uma Apóstrofe. A Apóstrofe coloca-se um vocativo na oração, dando mais realidade e deixando o leitor mais próximo da história. Um exemplo: “Eu estava andando pela rua tranquilamente, até que vi uma senhora. Socorro, guri, estão atrás de mim!, ela disse. No mesmo instante, liguei para a polícia”.

O pedido da senhora, “invocando” socorro, se caracteriza como Apóstrofe. E vale lembrar que Apóstrofe é uma figura de linguagem, diferente de apóstrofo, que é um sinal gráfico usado em palavras como copo d’água.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia