Pleonasmo

Você já deve ter ouvido frases como entrar pra dentro ou sair pra fora. Essas duas frases são exemplos de Pleonasmo.

Pleonasmo é uma figura de linguagem que intensifica o significado de uma palavra usando da repetição da mesma ou de alguma ideia que remete a ela.

Por exemplo, quando entramos em algum lugar, entramos dentro dele, ou seja, entrar e entrar dentro é a mesma coisa, por isso, usar as duas palavras juntas na mesma frase é pleonasmo.

O mesmo vale para a situação contrária. Quando saímos, saímos para fora de um lugar. Não é necessário complementar a frase sair com fora. "Eu saio de casa" é tão suficientemente compreensível quanto "Eu saio para fora de casa".

O uso dessa figura de linguagem não é incorreto, porém, ele se torna menos exaustivo quando usado em poesias ou músicas, com a licença poética.

Por exemplo, a música Cotidiano, de Chico Buarque, a frase "me sorri um sorriso pontual" usa de pleonasmo, pois quem sorri, sorri um sorriso.

Com a sonoridade da música, o pleonasmo não soa tão ruim quanto quando é falado.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia