Entrevista de emprego: Expressões

Na semana do Dia do Trabalho, escolhemos alguns assuntos para te ajudar com o novo emprego ou com sua próxima entrevista.

O mercado de trabalho sempre foi exigente com suas expectativas na hora a contratação e é necessário se enquadrar nelas para conquistar o emprego desejado, desde a forma de se vestir, o quanto falar, e principalmente, o que falar.

O Na Ponta da Língua de hoje trouxe algumas expressões que devem ser evitadas ao realizar uma entrevista, ou no ambiente de trabalho, para que você não seja ou deixe de ser um empregado bem quisto e bem visto.

Tipo

Tipo já virou uma palavra habitual no vocabulário do brasileiro, é uma forma de explicar alguma coisa, economizando palavras. Evite usar esse termo em entrevistas, pois demonstra que você possui um vocabulário pobre, sem opções para explicar situações.

Odeio

Às vezes, no calor da conversa, principalmente quando o (a) entrevistador (a) demonstra empatia, tendemos a falar mais que o necessário. Nessas horas, é possível que escape uma reclamação sobre o emprego anterior, ou sobre os antigos colegas de trabalho, vindo à tona a palavra odeio. Ela é forte e raramente passa desapercebida. Cuidado!

Não sei

Raramente você precisará dar essa resposta, afinal, você conhece suas experiências e suas capacidades. Transmitir falta de conhecimento sobre algo que você viveu demonstra insegurança e desinteresse.

Palavrões

Alguns palavrões normalmente estão presentes em nosso dia-a-dia, e algumas vezes nem notamos que são palavras de baixo calão, isso pode ameaçar sua entrevista. Fique atento aos detalhes.

Daí

Essa palavra é como tipo, aparece em momentos que não nos lembramos de outras palavras, principalmente quando estamos nervosos, causando estrago em nossa performance. Leia bastante e nunca faltarão palavras para se expressar.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Meio e Meia
Faz e Fazem