Dicas de leitura para o carnaval

É, em alguns estados o carnaval não acontecerá, não somente a festa, mas como ponto facultativo. Contudo, no Claretiano, você terá uma semana de folga dos estudos e poderá aproveitar para realizar aquelas leituras prometidas no ano novo, se lembra?

Caso não tenha a sua lista preparada, confira alguns livros para ler durante a semana de carnaval e relaxar antes de embalar no semestre letivo.

Hamlet, Shakespeare

Não se assuste quando o assunto é literatura clássica. Nem todos os livros são pesados e cheios de palavras jamais ouvidas (pelo menos, não nas edições mais recentes). Hamlet é uma das obras mais famosas de Shakespeare e assim como a maioria das peças teatrais, tem uma leitura fácil, com diálogos e reflexões sobre temas diversos. Sem spoilers, o livro fala sobre um príncipe (Hamlet) e suas questões filosóficas humanas. Além dessas reflexões, há trama, tragédia e comédia, como a maioria das obras do poeta. Menos de 200 páginas de diversão e conhecimento.

No Enxame, Byung-Chul Han

Um dos filósofos mais citados na atualidade, Byung-Chul Han fala sobre mídias digitais, comportamento, percepção e outros assuntos relacionados ao universo digital no qual o mundo vive atualmente. Um livro curto, mas cheio de grandes insights para te fazer pensar sobre a vida e a existência.

Auto do Frade, João Cabral de Melo Neto

Ainda falando sobre poesia e teatro, a obra Auto do Frade é um tesouro brasileiro. Assim como muitas das obras de João Cabral de Melo Neto, o texto que pode ser lido em uma tacada só narra a história de Frei Caneca quando levado à execução. Sim, não é uma história alegre, mas é cheia de momentos importantes, com grandes discursos e muita emoção nacionalista.

O pequeno príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

Mais um clássico da literatura, agora infantil, O pequeno príncipe é um daqueles livros que mesmo (e inclusive) na fase adulta, você retira importantes reflexões e conhecimentos sobre a humanidade. Nele, você encontrará lições de vida, de morte, de solidão e de amizade. Em poucas páginas, a obra de 1942 certamente se tornará um dos livros mais importantes da sua vida, afinal, “o essencial é invisível aos olhos”.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia