Dígrafo

O Dígrafo é a combinação de duas letras que representam um único fonema e ele é dividido em Dígrafo Consonantal (separável ou inseparável) e Dígrafo Vocálico.

Consonantais Separáveis

Essas palavras, quando separadas em fonemas, têm os dígrafos repartidos. Por exemplo, a palavra isso possui o Dígrafo SS, mas quando dividida, as duas consoantes se separam: is-so. O mesmo acontece com palavras como bairro, ascendente etc.

Consonantais Inseparáveis

Essas não podem ser separadas em sílabas, é o que acontece com palavras como guitarra, ninho, chuva etc.

Vocálicos

Por fim, quando no final da sílaba aparecem as letras m e n junto de uma vogal, como em campo ou sempre, e depois delas uma consoante (não o h ou vogais) há um Dígrafo Vocálico. Outros exemplos são: rombo, sangue, limpa etc.

Quando a consoante que segue o m ou n é h ou uma vogal, gera-se outra sílaba, como em ca-mi-nho ou ca-ma, por isso é preciso que a consoante seguinte não seja h ou outra vogal.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia