Pós: metodologias ativas de ensino

Já há algum tempo, muito se fala sobre metodologias ativas.

Esse modelo de ensino é praticado em muitas instituições e é basicamente a presença do aluno como elemento chave na educação, diferentemente da educação tradicional e passiva, na qual o professor falava e o aluno escutava, apenas.

Nesse novo cenário, o aluno desenvolve mais senso crítico, se torna mais capacitado a solucionar problemas, se transformando em uma pessoa capaz de praticar, discutir e ensinar o assunto abordado em sala.

Esse é o papel do aluno nas metodologias ativas, mas e o papel do professor, nesse contexto?

Para desenvolver esse aluno, é necessário que o professor tenha conhecimento de estratégias e tecnologias que auxiliem esse novo cenário de sala de aula. Como ficou claro durante a pandemia de Covid-19, é necessário que o professor conheça inúmeras ferramentas, não somente para prender a atenção do aluno, mas principalmente, para que esse conteúdo seja interessante e importante para o aluno se envolver com ele.

Pensando na importância de capacitar professores para esse universo que cada dia cresce mais, o Claretiano criou a pós-graduação em Metodologias Ativas de Ensino.

Em 10 meses de curso, o professor ou profissionais da educação trabalhará os fundamentos das metodologias ativas, as pesquisas relacionadas ao tema, além das diversas ferramentas que têm sido usadas com êxito por educadores do Brasil e do mundo.

E o melhor de tudo? Ela é totalmente on-line! O curso não possui encontros presenciais e pode ser feito em qualquer lugar.

Tem interesse em se tornar um professor mais completo e mais interessante para os alunos em constante transformação?

Conheça o curso de Metodologias Ativas de Ensino e inscreva-se: claretiano.edu.br

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia