Redação em exames: esteja preparado

A grande parte dos exames atualmente, sejam eles concursos ou vestibulares, possuem uma redação como complemento de sua estrutura avaliativa e normalmente, a redação rende uma das notas decisivas em um processo seletivo.

Para ser um bom redator é preciso ler bastante e praticar o desenvolvimento de textos, compreendendo sua estrutura, se atentando à pontuação e às regras gramaticais (principalmente após as atualizações normativas) e à coerência e coesão, categorias essenciais para a elaboração de um texto.

De todos os cuidados que se devem tomar ao criar uma redação em um processo seletivo, o mais importante é ler atentamente o enunciado da atividade. Nele está descrito o tipo de redação que deverá ser feita, algo que faz total diferença no momento de criação e claro, da correção de um texto.

Os principais tipos de redação são:

  • Dissertativa: mais comumente solicitadas nesse tipo de prova, as redações dissertativas são textos que necessitam de argumentação, por isso, é preciso que quem escreve tenha conhecimento sobre o tema e consiga explorar ideias e pontos de vista.
  • Descritiva: esse tipo de texto relata fatos, pessoas, lugares, etc., oferecendo detalhes precisos do objeto narrado.
  • Narrativa: é com esse tipo de redação que uma história é contada, localizando o leitor em espaço, tempo, personagens, etc. É um tipo de redação que pede uma pessoa extra, o narrador, que pode ou não fazer parte da história como componente da história.

A redação tem se tornado item essencial nos grandes exames e possibilita aos avaliadores o conhecimento do domínio da língua, capacidade de argumentação e defesa de ideias dos avaliados. Ter conhecimento específico é importante, mas é essencial que o profissional e futuro profissional saiba se posicionar, se expressar e estar sempre antenado ao que está acontecendo em sua localidade e no resto do mundo, não apenas em sua área de conhecimento.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia