Bibliografia básica e complementar: organize suas leituras

No início de cada semestre, os professores disponibilizam o plano de ensino. Por meio dele, é possível saber o que será estudado durante todo o semestre letivo, além de conhecer bibliografias importantes para aquela disciplina.

No plano de ensino, é comum aparecerem indicações de leituras básicas e complementares. A básica, como o próprio nome diz, é a leitura fundamental, essencial para o conhecimento daquele assunto. A leitura complementar entra para acrescentar conteúdos à disciplina, que podem ou não serem obrigatórias.

Confira algumas dicas de como se organizar com essas leituras:

  • Classifique os livros de acordo com a sua forma de ler: há quem goste de se organizar com o número de páginas por dia, há quem prefira se organizar em capítulos, mas o formato não importa, o que vale é separar os livros de acordo com a forma que preferir e se dedicar para que todos estejam terminados no final do semestre.
  • Priorize as leituras: comece pela bibliografia básica. Ela é a mais importante, e dentro dela, existem os livros mais importantes também. Faça essa separação pensando no grau de importância que o professor deu ao explicar sobre as leituras.
  • Não tenha preconceito com os livros: às vezes, só de olhar um título, o número de páginas e até a resenha de um livro, o desânimo vem. Não se entregue! Se a leitura está descrita como importante, é porque ela é e ela fará diferença na sua formação. Leia no seu tempo, dedique ao máximo e se precisar, peça ajuda.

Ler é uma tarefa essencial e corriqueira de quem quer fazer faculdade. Habitue-se a essa atividade e com o tempo ficará mais fácil de se organizar. Aproveite, também, algumas dicas de leitura clicando aqui.

Bom semestre! #boraestudar

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia