Dia da LIBRAS

Apesar de existir há muito tempo, apenas em 2002 a Língua Brasileira de Sinais foi reconhecida como comunicação gestual entre pessoas surdas.

A partir da Lei 10.436, de 24 de abril de 2002, os surdos puderam legitimar sua linguagem e melhorar sua acessibilidade e qualidade de vida. A lei também possibilitou a melhora no aprendizado e progressão educacional, pois prevê que a Libras seja ensinada na educação básica e em universidades por docentes graduados em Letras - Licenciatura.

De acordo com o portal de notícias sobre educação e ciência do Governo do Brasil, o sistema de Libras é considerado a língua materna de comunidades surdas, mesmo antes do idioma nativo.

No Claretiano, a disciplina de Libras como optativa vem sendo implantada desde 2007. De acordo com a professora Cristiane Tozzo, responsável pela disciplina na unidade ele Rio Claro, os alunos demonstram gostar muito da disciplina, pois começam a ter mais conhecimento sobre a usabilidade e necessidade da língua para a inclusão de pessoas no mercado de trabalho.

Meus alunos sempre comentam que, cada um em sua área de atuação, vê a importância dessa inclusão. Alguns alunos, inclusive, buscaram aprender ainda mais sobre a linguagem em cursos de extensão, ampliando suas funções no trabalho e colaborando para que mais pessoas tenham acesso à uma vida com qualidade.

Muitas pessoas se engajam em causas como essa, por exemplo, a egressa do Claretiano - Centro Universitário de Rio Claro, Glaucia Marchesin, recentemente publicou o livro Caminhos para a Inclusão Escolar de Alunos Surdos, que apresenta dados e pesquisas da estudante sobre a importância da inclusão e educação dos surdos em sala de aula. Esse assunto, só tende a ter mais visibilidade e deve exigir mais respeito e atenção das pessoas ouvintes.

É essencial que as pessoas entendam limitações como pequenas barreiras, que podem ser quebradas através de diálogo, conhecimento e muito respeito.

Se você se interessa pelo tema e quer saber mais sobre a Libras, clique aqui e conheça o curso de pós-graduação do Claretiano em Língua Brasileira de Sinais.

 

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Comente essa postagem

Obs: Seu comentário será exibido quando for aprovado.

Comentarios (0):

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro a comentar.

« Voltar ao Na Ponta da Língua

Sobre o blog

Hoje em dia ainda é comum nos depararmos com erros cometidos na Língua Portuguesa tanto na fala como na escrita. Um dos fatores que contribuem para essa fatalidade é a internet, onde muitas pessoas, na correria do dia a dia, acabam compartilhando publicações ou escrevendo outras sem ao menos reler e constatar possíveis erros ortográficos.

Pensando nisso, desenvolvemos este blog para postar dicas e curiosidades talvez não tão conhecidas sobre o nosso vocabulário. Assim, quando bater aquela dúvida a respeito de como falar ou escrever determinada palavra ou expressão, corra pra cá e fique com tudo na ponta da língua.

Janeiro - 2015

Posts mais lidos

Através de e por meio de
Faz e Fazem
Meio e Meia